08 setembro 2006

Spectrum

Dei uma vista de olhos pelos “posts” por aí abaixo. Alguns nem me atrevi a passar dos primeiros parágrafos… Mas houve um que me chamou particular atenção com o título de “A realidade” da Cátia Farias. Veio-me à memória o espectro das radiações de luz (visível e invisível).

O Homem demorou milhares e milhares de anos para se aperceber que nem toda a luz era susceptível de ser interpretada pelo olho humano. Só muito recentemente na História da humanidade se descobriram certo tipo de radiações, descobertas essas que mudaram para sempre o rumo dos acontecimentos…

Isto só para dizer que, quando a Cátia me transportou para as cores e para a noção de realidade, disse de mim para mim: «É bem certo que é muitíssimo mais aquilo que não podemos realizar do que, à partida, os nossos sentidos nos conseguem devolver!»
Pensei também, talvez também por influência dos “posts”, que se devia erguer uma bela estátua à Ignorância. Vou propor isso ao “Positrão”…
Nuno G. Ferreira

1 comments:

Blogger Mac Adriano said...

Ou hoje estou especialmente burro, ou o assunto é complicado demais para a minha cabeça.

8/9/06 8:25 da tarde  

<< Home