17 fevereiro 2007

Os pré-socráticos

“Educai as crianças e não será preciso punir os homens.”
........................................................Pitágoras de Samos

À minha volta tudo se altera. Quanto mais observo mais evidente me parece ser a mudança. Contudo apercebo-me que as mudanças se fazem de múltiplas maneiras e a muito diversas velocidades. E quase me espanto por verificar também que há ideias quase estáticas há centenas, talvez milhares de anos.
Por estes dias ando às voltas com os pré-socráticos e as suas filosofias. Aparentemente em muitos aspectos pouco se avançou no conhecimento ou seja no que se chama a “teoria do conhecimento”: é espantoso verificar onde chegaram os Gregos e o pouco que se avançou no muito que se caminhou… Ou talvez não. Afinal o que são três mil anos?!
Naquele tempo os deuses eram muitos, porém existiam excelentes conceitos de Justiça, de Bem e de Belo, por exemplo. O próprio Platão conta que Sócrates viria a morrer pela sua Verdade!
Será que os nossos orgulhosos monoteísmos nos fizeram perder muito tempo com a matéria? Ou, será que há um tempo privilegiado para tudo? Os privilégios que são os do nosso tempo fazem da minha leitura dos pré-socráticos uma agradável e nostálgica recreação!...


Cátia Farias

2 comments:

Blogger Caiê said...

Há muitas maneiras de chamar o divino, mas só uma maneira de o sentir. Dizia a minha avó. Se todos assim pensassem não haveria Guerras Religiosas.

17/2/07 5:58 da tarde  
Blogger Jefferson Pinheiro >>> said...

Me afasto...
Desse desgaste infinito
Vivo o meu divino
O claro gesto
Do que faço.


Abrçs

jf p.

18/2/07 5:29 da manhã  

<< Home